• Curta no Facebook!

 

 

Empresas Coligadas

 

 

 

Notícias

 

Matéria publicada na edição da revista Sincor-ES de nº 282 de março de 2021

30/3/2021 - Site www.sincor-es.com.br

Compartilhe:

 

Na edição da revista Sincor-ES de nº 282 de março de 2021, publicamos em sua página 06, matéria com o título “Mudanças no Seguro DPVAT provocam muitas reclamações no Espirito Santo, mas acreditamos que as referidas devem ser unanimes em todos os Estados da Federação.

Não conseguimos entender que a Caixa Econômica Federal, que tem aumentado em muito suas obrigações com atendimento ao Bolsa Família, Auxilio Emergencial, Minha Casa Minha Vida, e vários outros de caráter social, possa atender também as vítimas de acidentes causados por veículos automotores, DPVAT, já que além das tarefas enumeradas, necessitaria de ter pessoal treinado para proceder o atendimento e análise dos documentos necessários ao encaminhamento para liberação dos valores de indenização devidos.

Outro absurdo ao nosso vêr, diz respeito ao atendimento as solicitações de indenização passam a ser 100% digitais, através do aplicativo “Caixa DPVAT”, como se todos os que procuram receber seus direitos tivessem condições ou acesso ao sistema de informática (computadores). Como seriam feitos os atendimentos presenciais para orientar os interessados? Como fazer o encaminhamento direcionado a apurar as lesões causadas para um legista? Esses são alguns dos pontos que gostaríamos de deixar registrados para conhecimento dos leitores. Se você tiver conhecimento de como andam os atendimentos em suas regiões, encaminhem ao SINCOR-ES, através do e-mail presidencia@sincor-es.com.br 

Quando o atendimento as vítimas e beneficiários vítimas de acidentes de trânsito eram realizados pelos Sindicatos, especialmente pelo SINCOR-ES, mantínhamos uma equipe totalmente treinada para fazer a primeira análise da documentação, em sala refrigerada, totalmente gratuita, além de parcerias com a Policia Militar-Batalhão de Trânsito, Policia Civil-Delegacia de Delitos de Trânsito, Hospitais, OAB, Sesi, Detran e muitos outros órgãos, realizando inclusive mutirões por todo Estado do Espirito Santo quando convidados, deslocando toda nossa estrutura e  atendendo aos interessados em obter informações. O valor recebido por processo encaminhado a Seguradora Líder era inferior as despesas com funcionários, aluguel, energia e outros encargos, e em alguns casos, disponibilizamos nosso consultor jurídico para atendimento, sem que os cidadãos tivessem qualquer ônus pelos serviços que prestávamos. O Sincor-ES era auditado anualmente por auditor independente designado pela Seguradora Líder e ao final de cada exercício fazíamos questão de encaminhar a referida Seguradora, cópias de todos os processos dados entrada em nosso setor de atendimento, devidamente “ENCADERNADOS”, onde anexávamos também todo material publicitário que distribuímos em todas as nossas ações com as comunidades.

Para nós, seria muito mais lógico se o convênio fosse firmado com os SINCOR’S de todo País, que representam cerca de 100.000 profissionais, estes sim, com capacidade e total conhecimento do assunto, mas nos parece não ser do interesse da SUSEP.

LEMBREM-SE:  A COVID-19 É UMA REALIDADE ASSUSTADORA. CUIDEM-SE, USEM MASCARAS PROTETORAS, USEM ALCOOL GEL OU 70”, QUANDO POSSIVEL LAVEM BEM AS MÃOS COM SABÃO E ÀGUA CORRENTE, E EVITEM AGLOMERAÇÕES.