Mídias Sociais

  • Curta no Facebook!
  • Siga-nos no Twitter!

 

 

Empresas Coligadas

 

 

 

Notícias

 

Corretor deve diversificar carteira para atender todas as necessidades do cliente

1/9/2017 - CQCS | Ivan Netto

Compartilhe:

 

A frase “não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta”, atribuída a James Tobin, economista estadunidense nascido em Champaign e ganhador do Prêmio Nobel de Economia (1981) por sua análise de mercados financeiros e suas relações com decisões sobre despesas, emprego e produção, parece feita sob medida para os Corretores de Seguros. Pelo menos é o que acredita o consultor Sérgio Ricardo, que analisa: “O ditado popular é muito interessante e deve ser seguido pelos Corretores de Seguros, porque quem só trabalha com foco em seguros de automóvel, por exemplo, deixa de atender seus clientes nas demais necessidades e abre a possibilidade dele criar vínculos com outros Corretores que podem, mais a frente, concorrer na renovação do ramo em que ele atua para esse cliente”.

Para o consultor, é fundamental que o Corretor tenha carteira diversificada. “Uma carteira diversificada permite que o corretor de seguros não seja impactado pela perda de mercado quando um ramo específico se torna de competição mais acirrada. Ele pode vir a perder seguros em um, mas deverá compensar em outro”, enfatiza.

Sérgio Ricardo enfatiza que trabalhar em um só ramo é uma limitação que afasta os Corretores de oportunidades em outros segmentos. Além disso, segundo o consultor, os programas de premiação das seguradoras são mais acessíveis aos corretores que trabalham de forma diversificada, fazendo mais pontos nos ramos que as seguradoras querem explorar. “Nos ramos onde a competição é mais acirrada, para continuar vendendo no mesmo nível, quase sempre é necessário sacrificar comissionamento sob a forma de desconto para os clientes poderem fechar negócios”, conclui.