Mídias Sociais

  • Curta no Facebook!
  • Siga-nos no Twitter!

 

 

Empresas Coligadas

 

 

 

Notícias

 

Lançamento do Projeto de Vida Segura vira marco para o mercado de seguros brasileiro

27/7/2017 - CQCS | Sueli Santos

Compartilhe:

 

A educação pode mudar um país e a educação financeira pode transformar a vida de várias famílias. Nesta quarta-feira, dia 26, o mercado de seguros brasileiro viveu um momento histórico. Foi assim que muitos corretores e autoridades do setor definiram o lançamento do programa “Projeto de Vida Segura”.

O projeto consiste em uma plataforma tecnológica para celulares que foi desenvolvida em uma parceria conjunta entre a Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo, o Sindicato das Empresas de Seguros de São Paulo (Sindseg-SP) e o Sindicato dos Corretores de Seguros de São Paulo (Sincor-SP).

Participaram do lançamento oficial que aconteceu no prédio da Secretaria de Educação, no centro da cidade, o Secretário da Educação, Jose Renato Nalini, o presidente da CNseg, Marcio Coriolano, os presidentes do Sindseg-SP, Mauro Batista, do Sincor-SP, Alexandre Camillo, e da Escola Nacional de Seguros, Robert Bittar (também vice-presidente da Fenacor), Antônio Penteado Mendonça, consultor do Sindiseg-SP e do Sincor-SP, Osmar Bertacini, segundo vice-presidente do Sincor-SP e a diretora da escola estadual Alberto Torres, Miriane Ferreira Sadauscas.

O “Projeto Vida Segura” foi idealizado pelo educador Sadao Mori e teve como base a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF) do Governo Federal. “A educação em seguros é uma evolução da educação financeira. O projeto consiste em um jogo para celulares onde os usuários – sobretudo os jovens – poderão dar os primeiros passos em educação financeira, simulando o planejamento de vida, desde a aquisição de um bem, a elaboração de um plano de carreira, estudos, prevenção e, ainda, opções de lazer.

O professor Sadao Mori fez a apresentação do projeto e destacou que há uma mudança significativa na educação já que o professor não traz mais o conteúdo para a sala de aula visto que ele está disponível na internet. “A educação hoje atua na aprendizagem e transmissão de conhecimento. O conteúdo está disponível, é preciso trabalhar como ele acontece. O professor é a pessoa que vai provocar o raciocínio no aluno”, destacou.

Ele explicou que o principal objetivo do jogo é provocar no jovem a reflexão sobre prevenção de forma que ele seja instigado a planejar. O jogo já está disponível no Google play e Apple Store.

Momento histórico

O Brasil tem diversos problemas, mas o professor Mori aposta na educação. “Nossos problemas podem ter solução com a educação. É um processo lento, mas ela pode nos salvar”, disse Mori.

O presidente do Sindseg-SP, Mauro Batista, disse que o projeto pode despertar o interesse dos jovens porque usa tecnologia. “Acreditamos que esse será um atrativo. Hoje a Previdência precisa fazer parte das discussões familiares. Falar de seguro de maneira técnica em uma escola não será atrativo, é preciso estímulo e achamos que esse projeto será um marco. Hoje é um dia de celebrar uma conquista como essa”, exaltou.

Alexandre Camillo, presidente do Sincor-SP, agradeceu o empenho dos envolvidos no projeto, de maneira especial. Osmar Bertacini que coordenou os trabalhos. Ele destacou ainda que o trabalho busca o benefício da sociedade. “O projeto traz o aspecto de trabalho junto à sociedade, estamos fazendo um trabalho de cidadania”, declarou.

Já Márcio Coriolano, presidente do CNSeg destacou em sua fala que a educação securitária é prioridade da sua administração à frente da entidade que dirige. “O setor ainda não tem o entendimento operacional, a importância que ele tem na vida dos cidadãos e também dos poderes constituídos. É cada vez mais surpreendente como o poder executivo ainda não elegeu o seguro para alavancar o progresso. Acho que ao mesmo tempo que o jovem precisa ser educado, estamos educando os adultos, levando a todos os campos os princípios da prevenção”, destacou.

Osmar Bertacini, responsável pelo programa, disse estar muito feliz. Ele agradeceu a todos os que trabalharam com ele no projeto e disse ter vivido três anos na expectativa do lançamento. Queremos conscientizar os jovens da importância do seguro. Estou extremamente feliz. Hoje é um desafio: farei de tudo para que o projeto se concretize e se fortaleça cada vez mais”, afirmou.

Já o advogado Antônio Penteado Mendonça destacou que o projeto é uma revolução no ensino do seguro. “Seguro é muito mais que vender apólice, receber prêmio e pagar sinistro. Seguro é a ferramenta mais inteligente para proteger a sociedade”, sintetizou.

O presidente da Escola Nacional de Seguros, Robert Bittar, também discursou. “Não tenho dúvida de que estamos dando contornos a uma demanda da sociedade e do setor de seguros nessa busca constante da nova mentalidade de prevenção. Não tem perdedor nesse processo. O ser humano do futuro terá bons frutos com essa iniciativa. Não vejo nada tão enriquecedor quanto essa visão da educação. Sairemos desse processo com uma vitória imensurável”, previu.